Notícias

Setor de serviços paulista gera 6.159 empregos formais em outubro, o melhor resultado para o mês des

05/01/2018


Segundo pesquisa da Entidade, houve uma reversão do cenário negativo observado em outubro de 2016 quando 4.346 vagas foram fechadas

Pelo quarto mês consecutivo, o setor de serviços do Estado de São Paulo registrou saldo positivo de empregos formais. Em outubro foram abertas 6.159 novas vagas, resultado de 170.238 admissões e 164.079 desligamentos, o melhor resultado para o mês desde 2013. Na comparação com o mesmo período de 2016, houve expressiva melhora, já que na ocasião, foram extintos 4.346 vínculos celetistas. No acumulado do ano, foram criadas 67.712 novas vagas, frente ao fechamento de 47.066 empregos formais no mesmo período do ano passado. Com isso, o setor de serviços encerrou outubro com um estoque total de 7.361.828 trabalhadores formais, queda de 0,2% no contraponto anual.

Os dados compõem a Pesquisa de Emprego no Setor de Serviços do Estado de São Paulo (PESP Serviços), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) com base nos dados do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e do impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, calculado com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Entre as 12 atividades pesquisadas, três apresentaram alta no estoque de empregos na comparação com outubro de 2016: os serviços médicos, odontológicos e serviços sociais (2,2%); profissionais, científicas e técnicas (1,1%); e alojamento e alimentação (0,5%). Os destaques negativos ficaram por conta das atividades de transporte e armazenagem (-1,9%); financeiras e de seguros (-1,6%); e outras atividades de serviços (-1,6%).

No acumulado de 12 meses, o grupo de serviços educacionais se destacou com a criação de 24.312 vagas, seguido por médicos, odontológicos e sociais, com 19.650 vagas. Na contramão o grupo de serviços de transporte e armazenagem, que fechou 14.750 vagas.

noticia

Na análise da assessoria econômica da FecomercioSP, a melhora do emprego no setor de serviços em outubro, é uma notícia positiva para a economia geral dada sua amplitude e alcance. Conforme já destacado em outras pesquisas da Entidade, a conjuntura de inflação baixa, juros em queda, redução do desemprego, entre outros fatores foi determinante para a retomada da economia paulista e brasileira.

Capital paulista
O setor de serviços na cidade de São Paulo também apresentou saldo positivo em outubro, com a geração de 650 empregos, resultado de 76.077 admissões contra 75.427 desligamentos. No saldo acumulado em doze meses são 2.689 vagas a mais no setor de serviços paulistano. É a segunda vez desde os doze meses finalizados em julho de 2015 que se registra aumento de empregos num saldo anual. Assim, o setor de serviços encerrou o mês com um estoque total de 3.493.999 empregados.

Mesmo com o bom desempenho geral, cinco das 12 atividades analisadas registraram fechamento de postos de trabalho no mês, com destaques para administrativas e serviços complementares (-988 empregos); outras atividades e serviços (-281 vagas) e alojamento e alimentação (-141 vínculos). Os maiores saldos positivos foram vistos nos segmentos de serviços médicos, odontológicos e sociais (+563 vagas); transporte e armazenagem (+452 empregos) e informação e comunicação (+429 vagas).

Fonte: Segs